Single Blog Title

12
set

Alunos e professores discutem compostagem e canteiro econômico

 

 

Alunos e professores do Colégio Estadual Professor Gonçalo Rollemberg Leite, no bairro Grageru ,em Aracaju, participaram na tarde de hoje de uma atividade de educação ambiental realizada pelo projeto Opará: águas do rio São Francisco em parceria com a Universidade Federal de Sergipe  sobre compostagem e canteiro econômico.

A programação foi aberta pelo coordenador de educação ambiental do Opará: águas do rio São Francisco, Frankilin Modesto, que apresentou as ações socioambientais do projeto e realizou uma palestra sobre canteiros econômicos, tecnologia social de reuso de água para a produção de hortaliças de forma a garantir o tratamento hídrico no processo orgânico de decomposição dos restos alimentares, melhorar a qualidade do solo, fortalecer a produção para gerar renda fixa e ampliar a variedade de alimentos.

 

Frankilin ressaltou que a proposta do projeto em levar até a escola a discussão de alternativas sustentáveis como a compostagem e o canteiro econômico é promover a disseminação de boas práticas sobre o meio ambiente.

“Nesta atividade, discutimos dois temas que estão relacionados. Se tenho alimento ou resíduo onde antes eu não havia um destino, começo agora a ter soluções para o descarte correto através da compostagem cujo processo de adubação está ligado aos canteiros econômicos. Algo simples, enriquecedor que agrega saber popular e experiência cientifica e que os estudantes conseguem fazer de forma simples, barata e sustentável. Incentivar este conhecimento junto às novas gerações, fazendo com que estes jovens tenham acesso a estas experiências das novas tecnologias sociais faz parte da proposta de educação ambiental do projeto”, enfatiza.

 

A professora da Universidade Federal de Sergipe, Adnivia Santos Costa Monteiro, falou sobre  Uma Velha Nova Forma de Reciclar: Compostagem Doméstica . Alunos e professores tiraram dúvidas sobre o processo de reaproveitamento de resíduos orgânicos que foi apresentado através de slides e depois com uma oficina prática por meio de jogos educativos para fixação do conhecimento. (SLIDES).

Durante a palestra, alunos e professores conheceram passo a passo todo o processo de compostagem, considerado uma das opções ecológicas mais sustentáveis para enfrentamento de problemas como lixões que poluem o meio ambiente e que são formados diariamente pelo descarte de resíduos orgânicos despejados na natureza.

A professora ressaltou que a adoção da compostagem doméstica representa uma mudança de atitude. “A reutilização do lixo para uma destinação correta com menor agressão ao meio ambiente deve ser uma prática cotidiana que deve começar em casa. Assim, o resíduo orgânico que produzimos pode ser transformado em adubo através da reciclagem”, observa.

Através da atividade, o estudante Felipe de Andrade, 17 anos, conheceu melhor o processo de transformar lixo orgânico em adubo por meio da composteira. “Aprendemos aqui o que não devemos fazer.  Foi uma boa oportunidade para a gente compreender como é possível ajudar o meio ambiente, entendendo a nossa participação neste processo. O tema discutido aqui hoje também vai ser colocado em prática no projeto Clube da Jardinagem que a escola vem desenvolvendo”, destacou.

A prática pedagógica aliada a temáticas socioambientais foi enfatizada pelo professor Sérgio Silva de Araújo. “Esta ação fortalece a importância de interação da escola com o meio ambiente. A proteção das nascentes do rio São Francisco discutida hoje com os estudantes é um exemplo  disso”, observou.

 Além de palestras, oficinas e dinâmicas de grupo, a programação foi encerrada com sorteio de brindes.

Leave a Reply

You are donating to : Greennature Foundation

How much would you like to donate?
$10 $20 $30
Would you like to make regular donations? I would like to make donation(s)
How many times would you like this to recur? (including this payment) *
Name *
Last Name *
Email *
Phone
Address
Additional Note
paypalstripe
Loading...