Oficina implanta sinalização de trilhas no sertão alagoano

13
ago

Oficina implanta sinalização de trilhas no sertão alagoano

A Sociedade Socioambiental do Baixo São Francisco – Canoa de Tolda através do projeto Opará: águas do rio São Francisco e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) foram parceiros no último final de semana na realização de uma Oficina de Sinalização de Trilhas no Baixo São Francisco no povoado Ilha do Ferro, localizado na cidade de Pão de Açúcar, no sertão alagoano.

No dia 11 foi realizada a parte teórica e em 12 de agosto ocorreu a atividade de campo no trecho da Ilha do Ferro e Mato da Onça. A atividade de mobilização resultou na implantação da primeira trilha sinalizada de longo curso no Nordeste no padrão do Sistema Brasileiro de Trilhas de Longo Curso do Programa Conectividade de Paisagens – Corredores Ecológicos, do ICMBio. 

A Trilha do Rio São Francisco teve seu marco inicial no dia 12 de agosto, com um percurso sinalizado de 6 km da foz até a nascente do Velho Chico, entre os povoados da Ilha de Ferro e do Mato da Onça, em Pão de Açúcar, Alagoas, onde fica a Reserva Mato da Onça, uma das áreas de atuação do projeto Opará, patrocinado pela Petrobras através do Programa Petrobras Socioambiental.

 

A oficina foi ministrada por Pedro Menezes, do Sistema Brasileiro de Trilhas de Longo Curso do Programa Conectividade de Paisagens – Corredores Ecológicos, do ICMBio. Durante a atividade, os participantes receberam orientações sobre a importância da sinalização das paisagens naturais como ferramentas de conservação da biodiversidade e dicas de segurança de exploração das áreas como caminhos ecológicos.

 

O trajeto foi demarcado com o modelo do Sistema Brasileiro de Trilhas Pegadas Amarelas e Pretas Conectando as Unidades de Conservação, que integra o Manual de Sinalização de Trilhas lançado pelo ICMBio. Os trechos receberam pegadas personalizadas de acordo com as características locais como forma de incentivar a preservação da identidade do lugar, sua história e cultura. Na Reserva Mato da Onça, gerida pela Canoa de Tolda, as marcas escolhidas foram a embarcação lusitana e simbologias do cangaço.  As pegadas também foram utilizadas para marcar o modo de viagem, no caso, as trilhas de caminhada.

A oficina reuniu gestores e moradores de áreas de conservação da região para a discussão da importância dos corredores ecológicos e integração de ações entre as unidades de proteção natural . Além da equipe do projeto Opará e Canoa de Tolda, a atividade contou com representantes da Associação Mato da Onça, Universidade Federal de Sergipe, Instituto do Meio Ambiente de Alagoas, Assentamento Conceição, Candeeiros Ecotur, Monumento Natural do Rio São Francisco, Fazenda Ecoturismo, Batalhão de Policiamento Ambiental de Alagoas, Reserva Extrativista (Resex) Marinha da Lagoa de Jequiá do ICMBio e Transporte Tour de Alagoas.

 

Leave a Reply

You are donating to : Greennature Foundation

How much would you like to donate?
$10 $20 $30
Would you like to make regular donations? I would like to make donation(s)
How many times would you like this to recur? (including this payment) *
Name *
Last Name *
Email *
Phone
Address
Additional Note
paypalstripe
Loading...